Back to Blog

Due Diligence: o que é e sua importância para reduzir riscos

Alan Faleiro

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo e ouça o conteúdo agora mesmo!

Muito utilizada quando o assunto é compliance, a palavra Due Diligence tem origem no inglês e significa, literalmente, “Diligência Prévia”.

Se você não sabe o que isso quer dizer ou gostaria de entender melhor o seu significado, basta seguir com a leitura deste post.

Vamos lhe explicar com mais detalhes o que significa Due Diligence, para que serve o processo e como você pode aplicá-lo a favor do seu negócio. Confira!

O que é Due Diligence?

É uma verificação usada para checar informações sobre empresas antes de negociações de aquisição, fusão ou outras relações comerciais. Por isso, essa análise inclui aspectos como a área de atividade do negócio, riscos e as finanças das empresas.

Trata-se basicamente do processo de investigação de oportunidades de negócios, no qual o investigador avalia os riscos da transação, analisando a situação de ativos e passivos, dossiê de sócios e a possibilidade de exigência futura da organização, por exemplo.

O principal objetivo do processo é mitigar os riscos do investidor na capitalização de seus recursos, ou seja, buscar confirmar se os dados disponibilizados na negociação de investimento são verdadeiros.

No Brasil, a expressão é mais usada no âmbito das aquisições corporativas para se referir ao processo de busca de informações sobre entidades parceiras, mas cabe dizer que, em alguns países, Due Diligence também é um termo usado para falar de checagem de clientes. Nesse caso, é comum que se chame esse processo de Customer Due Diligence ou CDD.

Já caso o cliente seja uma entidade de alto risco, as empresas então atuam com um Due Diligence completo, também chamado de Enhanced Due Diligence ou EDD. Isso significa que as organizações verificam não só a identidade, mas também o histórico de clientes, colaboradores e parceiros para garantir a credibilidade dessas pessoas e mapear o risco que elas oferecem para o negócio.

Como funciona o processo de Due Diligence

O processo de Due Diligence pode ser realizado tanto por uma equipe interna quanto por meio da contratação de um serviço especializado e pode ser dividido basicamente em três etapas.

A primeira delas consiste na realização de uma análise do cenário interno e na definição de uma estratégia para a sua empresa.

O objetivo é deixar o seu negócio preparado para passar por um processo de Due Diligence e também para que o mesmo alcance os resultados que almeja.

Já a segunda etapa consiste na análise propriamente dita, na qual haverá a reunião de documentos e a investigação das informações.

É importante ressaltar que os documentos escolhidos variam de acordo com os objetivos de cada processo de Due Diligence, mas que um maior número possibilita uma análise mais completa e aprofundada.

A partir disso, na etapa final, é a hora de produzir um relatório com as informações obtidas na análise, acompanhado da entrega de um plano de ação informando perigos e oportunidades e indicando como agir diante deles.

Solução para auxiliar no processo de Due Diligence

O processo de Due Diligence pode ficar mais fácil quando a sua empresa dispõe de uma solução para lhe auxiliar nesse processo.

Uma ferramenta de background check é assim: permite o monitoramento de diferentes fontes de consulta de uma forma automatizada. 

Neste link, no tópico Consulta PJ, você confere tudo que pode descobrir de forma automatizada com a solução de background check da Combate à Fraude.

Confira também: Background Screening ou Background Check: o que é e quando usar na sua empresa

Em caso de dúvidas, você pode clicar no banner abaixo e solicitar o contato de um especialista no assunto.

Banner clicável chamando você para falar com um especialista em background check

Mais artigos

Por que a verificação de identidade se tornou vital no mercado iGaming

Ascensão do mercado iGaming tem chamado a atenção de um público bastante indesejado: os fraudadores.

Read Story

Entenda o que é fingerprint de dispositivo

Conheça o conceito de fingerprint de dispositivo e saiba como o método auxilia na prevenção de fraudes de identidade.

Read Story

Como o background check auxilia apps de mobilidade urbana

Uma ferramenta de background check pode ajudar apps de mobilidade urbana a impedir a contratação de pessoas sem habilitação e/ou mal intencionadas.

Read Story

Não perca uma postagem.

Se inscreva em nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo assim que publicado.
Não iremos compartilhar seu email com terceiros.